J.A.T. template series was designed 2006 by 4bp.de: www.4bp.de, www.oltrogge.ws
PEREGRINAÇÃO À GRÉCIA, NOS PASSOS DE S. PAULO Imprimir EMail

Peregrinação à Grécia – “Nos Passos de S. Paulo – Conclusão”

 

Foi de 25 de Julho a 1 de Agosto de 2014 que a Comunidade Paroquial de Gondomar (S.Cosme/S.Damião), acompanhada pelo Pároco, Padre Alípio Barbosa, realizou a sua peregrinação anual, este ano à Grécia, com o lema, “Nos Passos de São Paulo - Conclusão”. Era a conclusão da primeira parte: no Ano Santo Paulino, foi a Peregrinação à Turquia – Passos de S. Paulo, Tarso incluído, que a todos deixou fascinados: Paulo, sua Fé e Amor e o seu génio evangelizador.

 

De enaltecer desde logo, o convívio inter-geracional fraterno que se sentiu ao longo dos oito dias, sempre em clima de peregrinação e elevação cultural, procurando cada um colocar ao serviço de todos o melhor de si com muita alegria. Pois é dando que se recebe. E a Alegria está mais em dar do que em receber. A maior gratidão para todos.

 

Foi uma viagem muito rica, com o espírito aberto ao conhecimento, ao nível cultural, raízes da nossa história e civilização, a origem da nossa Língua, as visitas a lugares históricos e cidades, como Atenas, capital da Grécia, que foi o berço da civilização europeia. Descansamos, conhecemos – “Conhece-te a ti mesmo”, intensos momentos paulinos, de fé e oração. Profundas experiências a nível religioso, momentos de partilha, oração, reflexão e silêncio contemplativo, nas montanhas e no mar.

 

Então, calcorreando as Comunidades que S. Paulo fundou e a quem escreveu Cartas (referências aos textos bíblicos Actos do Apóstolos e Cartas de São Paulo), visitamos:

 

Kavala - Antiga Neápolis, onde São Paulo, acompanhado de Silas, desembarcou quando chegou à Europa pela primeira vez, a caminho de Filipos (Act 16,11).

 

Filipos -  Da Ásia Menor, Trôade, São Paulo embarcou para a Europa para pregar o Evangelho, e, depois de Neápolis (Kavala) foi para Filipos uma cidade situada no norte da Grécia  (Act 16,12).

Baptismo de Lídia (Act 16,13-15); Lídia, era uma comerciante de púrpura, nascida em Tiatira, na Ásia, que, com outras mulheres, se encontrava à margem do rio, onde era costume haver oração. Aqui, com o baptismo de Lídia nasceu a comunidade de Filipos.

Visita à Igreja Baptistério de Santa Lídia. No interior da igreja podem ser vistos ícones belíssimos, numa arquitectura admirável. Santa Lídia é festejada no dia 03 de Agosto. Nesse mesmo Local, todos renovamos os nossos Compromissos baptismais.

Paulo exorciza uma escrava bruxa e é preso. São Paulo e Silas na Prisão (Act 16,16-24).

Carta aos Filipenses uma das cartas do Cativeiro, com Colossenses e Filémon (FI 2,25-30).

Na segunda carta a Timóteo São Paulo pede-lhe que vá ter com ele quanto antes, e lhe leve o manto, os livros, especialmente os pergaminhos, que deixou em Tróade, em casa de Carpo (2 Tm 4-13).

 

Tessalónica – São Paulo e Silas chegam a Tessalónica. Dificuldades com os judeus. (Act 17,1-9).

Provavelmente de Corinto é escrita a primeira carta aos Tessalonicenses, o primeiro escrito do Novo testamento, manifestando inquietação pela sorte dos crentes (1 Ts 2,17;3,1-5).

 

Bereia - São Paulo visita Bereia acompanhado por Timóteo e Silas, e dirigem-se à sinagoga dos judeus. Estes tinham sentimentos mais nobres do que os de Tessalónica, e acolheram a palavra com maior interesse (Act 17,10-12). 

 

Atenas - Quando os judeus de Tessalónica souberam que Paulo também anunciava a palavra de Deus em Bereia, foram lá provocar a agitação e São Paulo é retirado de Bereia para Atenas (Act 17,13-15).

São Paulo no Areópago (Act 17,22-34). Esta colina baixa alcançou notoriedade quando São Paulo fez o seu discurso “Ao Deus desconhecido” e realizou a sua primeira conversão, a de Dionísio, o Areopagita, ao assistir à eloquente pregação de Paulo. Logo em seguida, Dionísio foi consagrado pelo próprio apóstolo como bispo de Atenas. Viria a ser o santo padroeiro de Atenas São Dionísio Areopagita que se festeja a 03 de Outubro.

Corinto - São Paulo afasta-se de Atenas e vai para Corinto. Aí permanece dezoito meses. Fundação da igreja de Corinto, uma comunidade pujante de vida cristã (Act 18,1-11).

Em Corinto, São Paulo escreve a Carta aos Romanos; Em Éfeso escreva a Primeira Carta aos Coríntios, o texto mais antigo sobre a eucaristia (1Cor 11,23-36). Provavelmente depois de ter abandonado Éfeso, e já na Macedónia, no fim do ano 56, escreve a Segunda Carta aos Coríntios, e fá-lo reconfortado com as boas noticias que Tito lhe trouxera de Corinto (2 Cor 7,13).   

 

Delfos – Aqui se realizaram os segundos jogos mais importantes do mundo grego, deve por isso recordar-se as cartas de S. Paulo, aos Coríntios (1Cor 9,24-27) aos Filipenses (FI 3,12-14) e Segunda Carta a Timóteo (2 Tm 2,5;4,7-8) em que utilizou claramente imagens da vida desportiva grega. São Paulo usa a linguagem desportiva para enfatizar a necessidade da determinação e perseverança no caminho da fé.    

 

Kalambaka – conhecida mundialmente pelos seus mosteiros construídos no topo das montanhas de Meteora, num conjunto de rara beleza, considerado pela Unesco Património Cultural da Humanidade.  

 

Micenas – Entre 1600 e 1100 a.C. foi o centro da primeira civilização grega, civilização micénica.

Estivemos ainda nas ilhas gregas de Egina, Poros e Hidra, que pertencem ao grupo das ilhas Argo-Sarónicas.

 

Mas, na dimensão espiritual, é de salientar em especial um dos momentos vividos em Atenas, que foi a celebração da eucaristia no dia 27 de Julho na Catedral Católica de S. Dionísio, presidida pelo nosso Assistente Espiritual, o Reverendo Padre Alípio Barbosa. Louvor ao Senhor, Acção de graças pelo dom da vida e pela possibilidade dos presentes em participar nesta peregrinação, e uma súplica pelos que gostariam de nos ter acompanhado mas que pelos diversos motivos não lhes foi possível concretizar esse desejo.

  

Na Grécia nasceu a Democracia. Na Grécia nasceram os Jogos Olímpicos. O Juramento de Hipócrates para os Médicos, vem daqui. O Teatro, a Política como cidadania, a Poesia, a Música como espetáculo. A Filosofia, de Sócrates a Platão, Aristóteles. O grande lema dos gregos: Belo e Bom, depois traduzido pelos latinos – Alma sã em Corpo são, são Ideais sempre atuais.

 

Por último, lembro as palavras de sabedoria que estavam inscritas à roda do grande templo do Oráculo de Apolo em Delfos, que visitamos no dia 27 de Julho, “conhece-te a ti mesmo”. Na Grécia antiga, fonte da civilização ocidental, isto significava «Sabe que és mortal, sabe que não és um deus». Esta antiga mensagem grega, é monumental e eterna, é uma viagem para dentro, que nos conduz à dimensão da espiritualidade. A espiritualidade constrói-se, é intrínseca à nossa humanidade, e, nesta peregrinação, contribuímos de certeza para essa construção, a nossa vida e a dos outros, todos, e cada um, ficamos mais enriquecidos.  

    

Laurinda Leite

 

 

< anterior   Seguinte >
J.A.T. template series was designed 2006 by 4bp.de: www.4bp.de, www.oltrogge.ws
Patanol