J.A.T. template series was designed 2006 by 4bp.de: www.4bp.de, www.oltrogge.ws
Arranjos Exteriores Imprimir EMail

 

PROJECTO DE ARRANJOS EXTERIORES

DO CENTRO PAROQUIAL DA FREGUESIA DE S.COSME - GONDOMAR

(PROCESSO 6575/03 DA CÂMARA MUNICIPAL DE GONDOMAR)

PARA EFEITO DE CANDIDATURA PARA PARTICIPAÇÃO DE EQUIPAMENTOS URBANOS DE UTILIZAÇÃO COLECTIVA AO ABRIGO DO DESPACHO MCOTA Nº.7187/2003 DE 11 DE ABRIL

MEMÓRIA DESCRITIVA

1 - CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL E URBANÍSTICA DO PROJECTO

 

            Este projecto consubstancia um objectivo ambiental muito para além do mero dimensionamento de circuitos de viaturas e pessoas, áreas ajardinadas, vedações e toda a súmula de redes infraestruturais inerentes. Propõe-se requalificar os espaços exteriores do Centro Paroquial de S. Cosme numa perspectiva simbólica - o chamado "Jardim da Existência". Toda a fundamentação ambiental, filosófica e cristã desse objectivo, encontra-se devidamente fundamentada no anteprojecto, oportunamente aprovada pela Paróquia de S. Cosme e Serviços de Tutela da Autarquia, pelo que não se torna necessária a sua repetição.

Ainda que não ocupe a totalidade dos 2.700 m2 que constitue a área total da zona de arranjos exteriores, o Jardim da Existência para além da sua vocação anteriormente referida, qualifica definitivamente todo o logradouro, integrando-o urbanística e funcionalmente com o Adro da Igreja, garantindo a este pólo da cidade de Gondomar um equipamento ambiental importante, e restitui a toda a zona envolvente da Igreja Matriz o protagonismo pastoral inerente.

2 - MEMÓRIA CONSTRUTIVA

2.1 - Jardim da Existência

a) - Pavimentos

  • Caminhos da Perdição - Em placagem de granito polido;
  • Caminhos da Remissão - Idem, em granito serrado;
  • Caminho da Salvação - Em lajes de granito sobrantes do pátio do edifício adjacente, e se necessário em novas placas lascadas, junto ao espelho de água;
  • Restante - Em calçadinha de granito, orlas e lancis do mesmo, conforme cotas e desenho do projecto.

  • Forma de Assentamento - Todos os pavimentos novos e reimplantados, serão assentes em caixa de areia. A calçadinha além da caixa de areia, terá por suporte uma base de toutvenant bem compactada, contida perifericamente por um lintel de fundação em massame armado ou ciclópico, em função das características do terreno, uma vez que terá de garantir o trânsito a viaturas prioritárias.

  • Canteiros e Outras Zonas Verdes - Ser-lhes-á garantido uma caixa de terra vegetal com espessura mínima de 50cm, para relvar e com as pendentes e drenagem do terreno inerentes a uma boa evacuação de águas pluviais.

b) - Acessos Auto e Bolsa de Retorno

Será realizado em tapete de betão betuminoso, contido perifericamente por lintéis de betão e lancis de 20, preferencialmente em granito.

•c)      - Pátio de Serviço do Alçado Poente

Para pavimentar a calçadinha sob o coberto, em placas de granito afagado sobre lage, ou relvar em áreas de terra, conforme o projecto.

•d)      - Povoamento Arbustivo

Para além dos canteiros e áreas ajardinadas para relvar identificadas no projecto, estão previstos os seguintes povoamentos:

  • Deslocação das árvores ainda jovens que foram plantadas casuisticamente pelos escuteiros no centro do terreno, para o limite do jardim com o cemitério;

  • Plantação de sebes tipo Escalónea, a razão de 4/ml, em todo o perímetro fronteiro ao campo de ténis da Ala de Nun' Álvares, murete para a via pública, e muro de vedação até à porta da garagem;

  • Plantas de flor perene, como Nérios, Ebiscos e Rododendros, nos canteiros consequentes das curvas do Caminho da Salvação ao longo da pergóla;

  • Plantas de época e aromáticas em pequenos bordos das áreas relvadas, a decidir no acto de execução.

•e)   - Espelho de Água

Nas dimensões do projecto, será construído em betão armado, para revestir exteriormente a placagem de granito polido e interiormente a pastilha tipo CINCA Azul Piscina.

Será equipado com três repuxos tipo OASE vulcão, referência a especificar, iluminação subaquática e consequentes equipamentos electromecânicos, a definir no projecto de execução.

2.2 - Muretes, Vedações e Similares

a) - Muro de Vedação ao Cemitério

Se legalmente possível e socialmente aconselhável, a filosofia do Jardim da Existência propõe a sua demolição parcial. Seria substituído por um gradeamento igual ao do pátio existente, assente num lintel capeado a granito e faceado pelo plano da relva. Trata-se apenas de uma proposta do projecto, a decidir pelas respectivas autoridades de tutela.

•b)      - Grade de Vedação para a Ala e Via Pública

Será executada em grade e portão igual ao do pátio existente. O portão de correr, e executado dentro do mesmo desenho, será equipado com comando manual e automático.

•c)      - Pergóla dos Dez Mandamentos e Mural da Fonte

Realizados em alvenaria armada, para rebocar a areado fino e pintar à cor do edifício conforme o projecto. O muro da fonte da existência será totalmente revestido a ceramizado azul céu com os dizeres previstos em projecto. A numeração romana a instalar nos óculos dos fustes, serão realizados em ferro fundido para pintar à cor bronze da caixilharia do edifício.

•d)        - Portão de Acesso ao Pátio de Serviço e Muros de Vedação no Alçado     Poente

O portão será metálico e chapeado em ambas as faces. Os muros existentes serão mantidos, com os rebocos e demais patologias construtivas restauradas.

Serão novamente rebocados a areado fino para pintar à cor do edifício, e coroado com um gradeamento, dentro da legislação em vigor.

•e)      - Redes Infraestruturais

Todo este espaço será infraestruturado com as respectivas redes de águas residuais, pluviais, rede de rega automática e iluminação pública e decorativa, a definir em projectos específicos.

2.3 - Mobiliário Urbano

Nesta fase do projecto, estão previstos os seguintes:

  • Bancos de jardim e papeleiras conforme localização do projecto e modelo a especificar em projecto de execução;

  • Sinalética vertical e horizontal a definir e localizar após consulta à entidade de tutela.

3 - ACESSIBILIDADES NOS TERMOS DO D.L. 163/2006 DE 8 DE AGOSTO

            Como é verificável no projecto, a globalidade destes arranjos exteriores serão realizados em terreno plano, contudo sempre que ocorrem transições de cota, os respectivos circuitos de pessoas e viaturas prioritárias, são sempre realizados por rampas com declive e demais dimensionamentos regulamentares.Em tudo o mais que esta memória estiver omissa, será o projecto devidamente completado aquando da elaboração da respectiva fase de execução.

                                                           Matosinhos,        de Outubro de 2007

                                                                       O Arquitecto

< anterior   Seguinte >

Noticias da Actualidade

cURL error 7: Failed to connect to www.agencia.ecclesia.pt port 80: Connection refused

cURL error 7: Failed to connect to www.news.va port 80: Connection refused

Estatísticas desde JAN/05

Visitantes: 10817998

Utilizadores Online

Temos 16 anónimos online
J.A.T. template series was designed 2006 by 4bp.de: www.4bp.de, www.oltrogge.ws
Patanol